Como uma boa e vasta área, o famigerado Recursos Humanos pode ser uma das oportunidades para você! Com uma maioria de profissionais formados em Gestão de Recursos Humanos (RH), o headhunter, o recrutador e os demais colaboradores de uma empresa de RH não precisam necessariamente ser formados nesse curso. Vamos ver como isso funciona?

O headhunter, por exemplo, é preferencialmente formado em Gestão de RH, porém, existem outras formações que possibilitam uma migração bem sucedida. A área de Psicologia é uma delas. Muitos profissionais dessa área fazem a ponte entre a empresa e o candidato, para auxiliar em uma escolha saudável e uma gestão flexível. A Psicologia oferece ricos estudos e conhecimentos diversos que podem ajudar as empresas a lidar de uma melhor forma com seus colaboradores e influencia diretamente nos resultados produzidos por ela.

Outra área que possibilita a colaboração é a Área de Gestão Financeira. A estudante Jennifer Leal, 18, faz o curso na Universidade Paulista e já no primeiro semestre soube sobre a área: “Em comunicação empresarial aprendi a lidar com demissões, aprendi os tipos de reunião e como planejar uma, formas de recrutamento e seleção entre muitas coisas”, conta a jovem. Além de planejamento e estratégias, o curso também disponibiliza teorias e outras aplicações práticas no dia a dia de uma empresa.

A área de Comunicação não fica para trás. Com uma colaboração enorme para os Recursos Humanos, os HeadHunters geralmente são pessoas bem articuladas que, de alguma forma, estiveram dentro da área. Muitos jornalistas e até publicitários migram para a área de Recursos Humanos. Assim como o profissional de Relações Públicas, que geralmente também estão no setor de RH de muitas empresas.

De fato, essas áreas contribuem e influenciam muito nessa área de atuação. Porém, diversas outras áreas são de grande auxilio e complemento ao Recursos Humanos. E você, em qual área atua?