Dentre as profissões mais temidas do mercado atual, encontramos os Headhunters, os famosos recrutadores. Responsáveis pela busca do profissional perfeito para a vaga, eles iniciam um processo à caça de personalidades específicas, ou não.

Ana Paula Soares, 49, é formada em Comunicação Social e Psicologia. Consultora de Recursos Humanos (RH) há nove anos, a recrutadora comenta os desafios que passam os profissionais da área no mercado de trabalho atualmente.

Ana começou trabalhando na área de Propaganda e Marketing, após se apaixonar por pesquisa de mercado e atendimento ao consumidor, fundiu a Psicologia com a Comunicação e inesperadamente foi chamada para trabalhar com Recrutamento e Seleção. “Deu muito certo, rapidamente eu acabei migrando para a área de RH”, conta.

Como muitos recrutadores, no início de sua carreira, Ana teve dificuldades para chegar no profissional desejado, “Naquela época o LinkedIn não era tão usado, nós tínhamos que ultrapassar barreiras para conseguir apresentar uma proposta para um profissional”, lembra Ana Paula.

A ferramenta que possuía mais de 500 milhões de usuários, segundo o Estadão, em 2017 é o principal recurso dos profissionais e dos executivos, já que eles complementam 64% dos usuários. Por conta disso, muitas empresas acabavam fazendo um “muro” de proteção aos seus profissionais, para evitar que eles fossem recrutados facilmente.

Outra dificuldade encontrada por Ana é a insegurança que a maioria dos candidatos têm por não saberem se o recrutamento é verdadeiro. “O candidato nunca sabe se aquele processo é real, por tantas fraudes que têm ocorrido. A falta de profissionalismo nessa área tem dificultado a abordagem deles”.

Muitas empresas atualmente cobram um valor do candidato para vender seus serviços que muitas vezes não são efetivos. Para evitar que isso aconteça, Ana conta: “Eu tenho uma forma muito franca com o candidato para que ele possa perceber que você tem segurança do que você está falando, é a postura”.

Além disso, muitas empresas acabam contratando diversos serviços de consultoria para obterem um resultado rápido e muitos candidatos são contatados para a mesma vaga por diferentes recrutadores. Para sanar essas complicações, Ana acredita em um mercado com mais profissionalismo e respeito.

De fato, o mercado necessita de profissionais engajados e competentes para obterem os cargos desejados, do mesmo modo, os recrutadores precisam se empenhar para oferecer a melhor abordagem e conquistarem da melhor maneira possível.

E você? O que acha dos famosos headhunters? E se você é um, conta sua experiência para a gente!